Ir a home de Logitravel.pt

Férias e viagens baratas para Cuba

As suas férias em Cuba começam aqui

Ofertas de viagens para as suas férias

Cuba Viagens mais Populares

Circuitos com transfers e guias turísticos incluídos, Viagens combinadas de 2 ou mais destinos e Percursos de Carro com voos, hotéis e automóvel de aluguer

Ofertas de Pacotes de Férias a Cuba

Nossa ampla variedade de Pacotes Tudo Incluído a Cuba, com voos, transfers e hóteis exclusivos.

Hotéis em Cuba

Encontre o seu hotel ao melhor preço em Cuba

Guia de destino

Cuba: Única

Cuba é magia e paixão. Andar pelas ruas de Havana provoca no estômago aquelas borboletas típicas de quando se está recém-apaixonado. Ao caminhar por La Habana Vieja, pelo  Vedado ou pelo Malecón, não pode fazer mais do que desfrutar do ambiente e de uma cidade maravilhosa. Alguns dirão que é voltar ao passado, pelos seus edifícios coloniais e os seus carros antigos, mas na realidade é mudar-se para um mundo de tenacidade e caráter. Um caráter que está impresso em cada uma das coisas que podemos ver aqui.

 

Há paixão nos puros habanos, no rum, nos mojitos e nos daiquiris. Há talento na salsa e no jazz, e há um pouco de paraíso em cada um dos Cayos e, claro, em VaraderoAreia brancaágua transparente e toda uma indústria hoteleira projetada para o prazer dos turistas. Em Cuba, há também a história, como o monumento ao Che em Santa Clara, as cidades de CamagueyPinar del Río ou Santiago de Cuba. Tudo isto e muito mais numa só ilha: Cuba

Encontrará toda a informação para a sua viagem no nossoVer guia completo
Cuba: Única

Praia Esmeralda

Recebe o nome de Praia Esmeralda por causa da cor da sua água, pelo que já pode imaginar o resto desta praia tipicamente caribenha. É considerada a melhor praia de Cuba e isso já é dizer muito. E se não for, falta-lhe pouco. Há uns dois anos era uma praia semideserta, com muito poucos serviços, mas com um encanto incomparável. Hoje, no entanto, ganhou hotéis restaurantes sem perder um pingo da sua beleza. Há hotéis de cinco estrelas com tudo incluído muito perto desta praia de pouco mais de um quilómetro de extensão. O oceano banha a praia muito suavemente, já que em muito poucas ocasiões há ondulação. Mas é muito mais profunda do que a maioria das praias cubanas.

 

IDEAL PARA APANHAR SOL

A Praia Esmeralda é magnífica para os amantes do "não fazer nada". É ideal para ficar deitado ao sol e deixar a pele tostar sob o sol das Caraíbas, debaixo de um guarda-sol ou de uma palmeira. Tanto faz. A sensação de prazer relaxamento é a mesma. Para os que não conseguem ficar parados nem mesmo na praia, não há problema. Aqui também há espaço para desportos náuticos e diversão. Pode desfrutar de uma excursão em caiaquecatamarã ou simplesmente ir  mergulhar  ou fazer snorkel. A cor da água permite observar o fundo marinho com uma visibilidade invejável.

Praia Esmeralda

Cayo Largo

Se é daqueles que imaginam em Cuba uma praia paradisíaca e solitária, pisando  areia branca e fina e banhando-se em águas cristalinas enquanto uma piña colada espera por si na sua espreguiçadeira, Cayo Largo é sem dúvida o seu lugar. Uma pequena ilha onde pode desligar de tudo, relaxar e desfrutar da gastronomia local. A maioria dos alojamentos que encontramos são resorts com tudo incluído, pelo que viverá como um rei. Se quiser um pouco de movimento, também pode praticar desportos aquáticos, como subir para um caiaque ou um catamarã na praia Sirena.

 

IGUANAS E TARTARUGAS

Pode fazer uma excursão de um dia em Cayo Largo a partir de Havana, mas se tiver tempo, recomendamos ficar mais tempo. Assim poderá visitar Cayo Iguana, uma ilha próxima, onde vivem centenas de iguanas, e a praia Tortuga, o lugar onde as tartarugas vão desovar na areia durante o verão. No santuário de tartarugas da costa leste da ilha organizam excursões para ver esse espetáculo natural nas noites de verão.

 

BARREIRA DE CORAL

Mas uma das joias de Cayo Largo e da vizinha Isla de la Juventud são os seus recifes de coral, um paraíso para os entusiastas do mergulho e onde encontrará misteriosas grutas submarinas, peixes tropicais coloridos, esponjas corais. Uma imagem cheia de vida e alegria que permanecerá para sempre na sua retina.

Cayo Largo

Bahía de Cochinos

Chegar à Bahía de Cochinos é visitar parte da história de Cuba. Foi nesta praia, a praia Girón, onde as Forças Revolucionárias Cubanas, lideradas por Fidel Castro, detiveram a investida de um grupo de exilados cubanos apoiados pelos Estados Unidos para tomar o poder na ilha em 1961.

 

Desde então, este lugar estará sempre conectado à memória coletiva sobre a história desta ilha e à flagrante derrota dos Estados Unidos. Prova disso são os mais de 80 monumentos que decoram o percurso da estrada de Boca e que lembram todos os que morreram durante o confronto.

 

Para conhecer mais detalhes desta batalha, há um museu na praia Girón dedicado à invasão da Baía, onde podemos ver diferentes objetos relacionados com a guerra, como um avião, um tanque, armas, fotografias e todo o tipo de documentos.

Bahía de Cochinos

O Congrí e a Yuca

O congrí é cozinhado com costeletas de porco e com caldo, embora, se o deixar repousar, tanto o arroz como o feijão o absorvam. Também leva cebola picada, alho e um pouco de banha  de porco. Pode saborear esta maravilha culinária em qualquer restaurante local ou em qualquer paladar. É um produto seguro, por isso não deixe de experimentar.

 

A yuca com mojo (mandioca com molho) é outro tesouro da culinária cubana; a sua elaboração é fácil e os ingredientes muito simples, mas a forma de cozinhá-la e a qualidade da matéria-prima fazem desta receita uma das joias da gastronomia cubana. A base do prato é a mandioca, um tubérculo muito presente na América Central América do Sul, a forma como é macerada e o sabor do sumo de laranja amarga. Tudo isto adornado com mojo depois de ter sido dourado na frigideira. É um prato totalmente vegetariano e adaptado a todos os paladares, porque tem um sabor suave e muito acessível a todos os públicos.

O Congrí e a Yuca

Prognóstico geral

Uma coisa que não se deve perder de vista é que Cuba tem um clima tropical. E isso implica, em termos gerais, muito boas temperaturas durante todo o ano, muito sol… mas também muita chuva. Existem duas estações bem diferenciadas: a estação seca e a estação das chuvas. A seca é aquela que vai do mês de novembro ao mês de abril. A das chuvas é o resto. Claro que os meses mais complicados são geralmente os meses de setembro outubro, que são os meses em que o maior número de tempestades tropicais do ano se concentra.

 

Tempestades tropicais, furacões… são fenómenos climáticos a ter em conta ao planear uma viagem , porque a sua proximidade ou presença pode forçar-nos a modificar os nossos planos. Ainda assim, pode ter a certeza de que as autoridades meteorológicas da ilha estão bem preparadas e conhecem a chegada de tempestades furacões com antecedência suficiente para saber que zonas da ilha serão afetadas. Assim, podemos ir a outra parte da ilha ou considerar deixar Cuba.

 

Quanto às temperaturasCuba é o paraíso. As temperaturas mais altas geralmente não excedem os 32 graus e o mercúrio geralmente não cai abaixo dos 18. A água costuma estar a cerca de 25 graus.

 

  • Se o táxi tiver um taxímetro, lembre ao motorista que o ligue. Se não tiver, combine um preço antes de entrar no táxi.
  • Vá uma noite a um clube de jazz para ouvir os grupos cubanos da moda.
  • Não hesite em falar com os cubanos. É um povo muito interessante e culto.
  • É sempre bom falar com os cubanos, mas é melhor não falar de política.
  • Um passeio pelo malecón cura qualquer mal.
  • Não beba água que não esteja engarrafada. O seu estômago vai agradecer-lhe.
  • Não podem faltar calções e t-shirts na mala.
  • Se quiser alugar um carro, consulte primeiro como homologar temporariamente a sua carta de condução.
  • No caso de alugar um carro, arme-se de paciência, porque a sinalização é escassa. O melhor é perguntar.
  • A noite cubana é maravilhosa, experimente-a!
  • Na sua mesa não pode faltar uma boa lagosta, seja numa pequena taberna ou num restaurante
  • Passe por La Floridita e La Bodeguita para um daiquiri e um mojito.
JAN26 °C18 °C
FEV26 °C18 °C
MAR27 °C19 °C
ABR28 °C21 °C
MAI29 °C22 °C
JUN30 °C23 °C
JUL31 °C23 °C
AGO31 °C24 °C
SET31 °C23 °C
OUT29 °C23 °C
NOV27 °C21 °C
DEZ26 °C19 °C

Quando viajar?

Uma das melhores épocas para visitar Cuba é, sem dúvida, a estação seca que vai de novembro abril. Desta forma, garantiremos que podemos desfrutar das suas cidades e das suas praias sem o risco de que nos caia um aguaceiro em cima, já que os restantes meses são mais chuvosos. Não podemos esquecer que Cuba é uma zona de risco de furacões, especialmente entre os meses de junho novembro. Se quisermos afinar um pouco mais, os meses mais suscetíveis são setembro outubro. No entanto, os furacões são fenómenos meteorológicos que não se formam de forma inesperada. A agência estatal de meteorologia cubana funciona perfeitamente e avisa com antecedência. Quando um furacão se aproxima das costas cubanas, é frequente ver cartazes de aviso nos candeeiros de rua e nas esquinas como um aviso.

 

Como dissemos antes, os melhores meses para viajar para Cuba são de novembro a abril, embora os preços sejam geralmente muito mais baixos no resto do ano.

Documentação

Passaporte 
Para entrar em Cuba a primeira coisa que tem de ter é um passaporte válido, pelo menos, uma semana após a data em que pretende deixar Cuba. Pedir-lhe-ão o passaporte, mas também o comprovativo do seu voo de regresso e o visto de turista

 

Visto de turista

visto ou cartão de turista é o que lhe permitirá estar em Cuba por um período máximo de 90 dias. Geralmente é prorrogado a cada mês e só permite entrar no país uma vez. Se quiser ficar mais de 90 dias, terá de pedir uma extensão de mais 3 meses em qualquer gabinete de turismo do país, tendo em conta que a estadia máxima que pode ter em Cuba é de 6 meses. É necessário ter em conta que as crianças também devem ser identificadas com os seus vistos pessoais. O visto é obtido nos consulados cubanos, nas agências de viagens ou nas companhias aéreas.

 

Seguro de saúde 

seguro de saúde é obrigatório para entrar em Cuba, embora só o peçam nas verificações aleatórias realizadas pelas autoridades cubanas ao entrar no país. Este documento deve garantir que temos uma apólice que cubra quaisquer despesas decorrentes de um tratamento de saúde. Se tiver um seguro privado, fale com a sua seguradora para verificar a sua apólice e ter uma garantia por escrito de que tem cobertura em território cubano. No caso de não ter seguro privado, pode sempre contratar uma apólice temporária com qualquer uma das empresas que têm acordo com o governo de Havana

Como chegar?

A maneira mais fácil é chegar de avião ao Aeroporto Internacional José Martí , em Havana e, embora a ilha tenha 10 aeroportos, os dois mais importantes são os da capital e o de Juan Gualberto Gómez, em Varadero.

 

Também pode chegar a bordo de um navio de cruzeiro, mas há poucas empresas que cubram esta rota, devido às leis relacionadas com o embargo dos Estados Unidos, embora seja provável que esta realidade vá mudar graças à abordagem dos executivos de Barack Obama Raul Castro.

Onde ficar?

Os hotéis são muito variados e há para todos os preços. Há principalmente empresas hoteleiras espanholas que se espalharam por praticamente todos os recantos da ilha. É frequente cruzar-se com um Barceló ou um Meliá em vários pontos de Cuba. E isso é garantia de sucesso, porque são estabelecimentos com muita experiência em lidar com turistas e focados exclusivamente em garantir uma estadia inesquecível.

 

Por outro lado, Cuba tem uma rede muito grande de casas autorizadas pelo regime para receber turistas. Obviamente, não são hotéis, mas têm o encanto particular dos apartamentos casas cubanas. Oferecem-lhe a possibilidade de viver como um autêntico cubano, seja no coração da Havana Velha ou em qualquer pequena aldeia no interior. São habitualmente casas muito bem conservadas, à maneira tradicional, com três ou quatro quartos em que ficam diferentes hóspedes. Dispõem das principais comodidades e de um serviço totalmente personalizado. A partir daqui – depois de ter experimentado as duas fórmulas de alojamento – recomendamos que faça o mesmo na sua estadia. Alguns dias num hotel e outros numa casa.

 

Ah! E para aqueles que estão a perguntar-se se as casas são seguras, a resposta é sim. 100%

Assistência médica

A  saúde é um dos pontos fortes do regime cubano e na ilha encontraremos grandes médicos de todas as especialidades nos hospitais públicos. Claro, em instalações e com métodos que nos farão voltar atrás 20 ou 30 anos. Mas ponha os seus preconceitos de lado e fique tranquilo, porque raramente terá estado nas mãos de um médico com melhor formação do que em Cuba.

 

Como sabe, para entrar em Cuba , é obrigatório ter um seguro de saúde contratado para cobrir todas as despesas médicas que possa gerar. No caso – mas esperemos que não – de ter de usá-lo, a primeira coisa que tem de fazer é entrar em contacto com a sua companhia de seguros ou com quem tiver contratado a apólice e estes irão aconselhá-lo sobre todos os passos a dar. Em caso de qualquer eventualidade, não se esqueça de que tem à sua disposição o pessoal da Embaixada de Espanha em Havana.

Agenda cultural

Janeiro:

    <li>Triunfo da Revolução ou Dia da Libertação (1 de janeiro)</li>
    <li>Dia da Vitória (2 de janeiro)</li>
    <li>Aniversário do nascimento de José Martín (28 de janeiro)</li>
    <li>FolkCuba</li>
    <li>Celebração do Incêndio de Bayamo. Bayamo.</li>

 

Fevereiro:

    <li>Festa de Nossa Senhora da Candelária (2 de fevereiro)</li>
    <li>Feira Internacional do Livro.</li>
    <li>Festival Internacional de Jazz. Havana</li>
    <li>Festival del Habano.</li>

 

Março:

    <li>Festa da toranja. Ilha da Juventude.</li>
    <li>Festival Internacional de La Trova. Santiago de Cuba.</li>

 

Abril:

    <li>Vitória da Baía dos Porcos (19 de abril).</li>
    <li>PerCuba, Festival Internacional de Percussões. Havana.</li>
    <li>Semana da Cultura. Churrasco</li>
    <li>Bienal Internacional do Humor. Sant Antonio de Baños.</li>

 

Maio:

    <li>Dia do Trabalhador (1 de maio)</li>
    <li>Dia da Independência (20 de maio).</li>
    <li>Romarias de maio. Holguín.</li>
    <li>Festival Internacional de Guitarra. Havana.</li>
    <li>Feira Internacional do Cubadisco.</li>
    <li>Torneio Internacional Hemingway de Pesca de Aguja. Havana.</li>

 

Junho:

    <li>Festa Patronal de San Juan Bautista. Camaguey.</li>
    <li>Carnaval de Camaguey. Camaguey.</li>
    <li>Festival Internacional Boleros de Ouro. Havana, Santiago de Cuba e outras localidades.</li>
    <li>Festas de San Juan. Trinidad.</li>

 

Julho:

    <li>Fiesta del Fuego ou Festival das Caraíbas. Santiago de Cuba.</li>
    <li>Carnaval de Santiago de Cuba. Santiago de Cuba.</li>
    <li>Comemoração do assalto a Moncada (25 a 27 de Julho).</li>
    <li>Dia da Rebelião Nacional (26 de julho)</li>

 

Agosto:

    <li>Festival de Rap Cubano Habana Hip Hop.</li>
    <li>Carnaval de Havana. Havana.</li>

 

Setembro:

    <li>Havana</li>
    <li>Festa de Nuestra Señora de la Caridad de Cobre, padroeira de Cuba (8 de setembro). Santiago de Cuba.</li>
    <li>Festa de Orisha Oshun.</li>
    <li>Festival Internacional Bienal de Teatro de Havana. Havana.</li>
    <li>Festival Internacional de Música Benny Moré. Santa Isabel de las Lajas.</li>

 

Outubro:

    <li>Aniversário da morte de Che Guevara (8 de outubro)</li>
    <li>Dia da Independência (10 de outubro).</li>
    <li>Aniversário da morte de Camilo Cienfuegos (28 de outubro)</li>
    <li>Festival de Teatro de Havana. Havana.</li>
    <li>Festa da Cultura Ibero-Americana. Holguín.</li>
    <li>Festival Internacional de Ballet de Havana. Havana.</li>

 

Novembro:

    <li>Dança em Cuba. Encontro Mundial de Bailarinos e Academias de Dança, Casino e Salsa.</li>
    <li>Bienal de Havana. Havana.</li>
    <li>Maratona Marabana. Havana.</li>
    <li>Festa d Los Bandos Rojo y Azul. Ciego de Ávila.</li>

 

Dezembro:

    <li>Festival Internacional de Coros de Santiago de Cuba. Santiago de Cuba.</li>
    <li>Festival Internacional do Novo Cinema Latino-Americano. Havana.</li>
    <li>Festival Nacional de Changuí.</li>
    <li>Aniversário da morte de Antonio Maceo (7 de dezembro)</li>
    <li>Procissão de São Lázaro.</li>
    <li>Parrandas de Remedios. Villa Clara.</li>
    <li>Charangas de Bejucal. Havana.</li>
    <li>Charangas de Sancti Spiritus. Sancti Spiritus.</li>
    <li>Charanga de Ciego de Ávila. Ciego de Ávila.</li>
    <li>Natal (25 de dezembro).</li>
    <li>Véspera de Ano Novo (31 de dezembro)</li>

Como receberei a documentação da minha viagem?

Quase todas as companhias aéreas já emitem os bilhetes electrónicos. Por este motivo, toda a documentação da sua viagem será enviada por e-mail.

Apenas deverá imprimi-la e apresentar-se o dia da sua viagem nos balcões indicados na confirmação

Deverá estar atento se viaja com uma companhia low cost, já que muitas delas exigem a apresentação do cartão de embarque (que deverá realizar através do seu web) para que não lhe seja cobrado um suplemento extra no aeroporto.

Caso seja necessário enviar-lhe a documentação de um pacote de férias (Caraíbas, circuitos, tours...), enviaremos a documentação da sua reserva cerca de 10 dias antes da partida, e deverá levá-la consigo na viagem.
Esta documentação será será solicitada no balcão da companhia aéreen ao realizar o check-in no dia da partida.