Pesquisas
Perfil
Origem
Reserve agora...
Suporte...
Social...
Mudar país...

Myanmar - Birmânia e Tailândia, 14 Dias

Myanmar e Banguecoque

Circuito clássico

Myanmar - Birmânia e Tailândia: Myanmar e Banguecoque, circuito clássico

Uma viagem deslumbrante por um dos países mais fascinantes do Sudeste asiático, e Bangkok, a grande dama da Ásia.

Myanmar, tão belo que não há palavras para o descrever, apresenta-se ao viajante com uma fusão de exotismo, espiritualidade, cultura, paisagens e mistério, convertendo a viagem numa experiencia única que permanece na memória. O impressionante pagode de Swedagon em Yangon, o plácido Lago Inle com as suas hortas flutuantes, as estupas que salpicam Indein, a enigmática Bagan com os seus templos que adornam, como jóias, a planície, as grutas de Powintaung, repletas de figuras de Buda, Amarapura e Ava, com o seu encanto parado no tempo e a sempre bela Mandalay, são alguns dos lugares que lhe convidamos a percorrer. Bangkok, vibrante, luminosa, repleta de história, sabores, cores e matizes. Deixe-nos revelar-lhe todos os segredos duma cidade que, para além de estereótipos, deslumbra o visitante com as suas arquitectura multicores, com a sua vanguarda cultural, a sua requintada gastronomia, com uma espiritualidade delicada, com magníficos spas, com espectaculares compras, um rio carregado de lendas… Venha connosco!

Serviços incluídos na viagem

  • Voo de Ida e Volta
  • Alojamento nos hotéis previstos ou similares.
  • Voos domésticos em linha regular, classe turista.
  • Transfers em tour regular em função do itinerário.
  • Visitas em tour regular de acordo com o itinerário.
  • Guias locais de língua espanhola.
  • Regime segundo o programa
  • Estada em Bangkok em hotéis e regime seleccionados
  • Seguro de viagem.

Serviços NÃO incluídos

  • Qualquer serviço não contemplado como incluído.
  • Visto de entrada a Myanmar.

Notas importantes

  • - Para visitar Birmânia é exigido passaporte português com uma validade mínima de 6 meses mais um visto de entrada no país que se obtém através do seguinte link http://evisa.moip.gov.mm/. O solicitante receberá no seu email uma "Approval Letter" que deverá apresentar no aeroporto à chegada. O prazo máximo de estadia é de 28 dias. Consulte no apartado "Pode interessar-lhe..." o preço da gestão por nós realizada. - A ordem do itinerário pode ser alterada por motivos organizativos, sem aviso prévio, mas mantendo sempre as visitas incluídas. - Os quartos triplos são geralmente quartos com duas camas individuais ou uma de casal, em que se instala um divã para a terceira pessoa, com o incómodo que essa ocupação de espaço implica. Por este motivo, desaconselhamos a sua utilização sempre que seja possível. - Em alguns casos o voo de regresso poderá ser nocturno. Nesse caso a duração da viagem será de mais um dia. - Documentação necessária para entrada em Tailândia: passaporte português com validade mínima de 6 meses. - Muitos hotéis na Tailândia oferecem detalhes especiais para os viajantes em lua de mel. Se é o caso, indique-nos no momento de fazer a reserva e não se esqueça de levar consigo a documentação correspondente do casamento (certificado ou convite original) junto à documentação da sua viagem já que os hotéis que oferecem este tipo de vantagens poderão solicitar no destino. - A legislação tailandesa apenas permite a entrada no país de um volume de tabaco por pessoa..
Itinerário Completo

Dia 1: Portugal - Yangon

Voo com destino a Yangon. Noite a bordo.

Dia 2: Yangon

Chegada, aduanas e bagagens. Ao chegar, boas-vindas a este maravilhoso país e transfer para o hotel. Yangon, antes conhecida como Rangoon, mantém a sua herança colonial e espiritual, que a converte numa das cidades mais interessantes do Sudeste Asiático. Tempo para descansar. Alojamento em Yangon.

Dia 3: Yangon

Pequeno-almoço no hotel. Após o pequeno-almoço começará o tour em Chaukhatgyi. Faremos uma visita ao templo que conta com um enorme Buda deitado de 72 metros de comprimento. Continuaremos em direcção à seguinte visita, o mercado Bogyoke (excepto feriados). Almoço num restaurante local. Depois visitaremos o pagode de Shwedagon. Este pagode é, sem dúvida, o mais belo templo budista da zona. Aqui é possível observar os costumes dos budistas no seu momento da oração, oferecendo água, ou flores entre otros. Jantar num restaurante local. Alojamento.

Dia 4: Yangon - Heho - Nyaungshwe - Lago Inle

Pequeno-almoço no hotel. Após o pequeno-almoço, transfer para o aeroporto para embarcar em voo para Heho e continuaremos por estrada a Nyaungswe onde iremos de barco até Inle. Chegada ao hotel e descanso (check-in às 14.00 hors). Posteriormente, passeio de barco até ao pagode mais importante do lago, Phaungdaw Oo". Este pagode é venerado por todos os seus habitantes. Almoço num restaurante local. Alojamento na cidade de Nyaungshwe.

Dia 5: Lago Inle - Indein - Lago Inle

Pequeno-almoço no hotel. Passeio de barco pelas ruínas de In Thein. Estas ruínas são um lugar mágico, com centenas de pagodes e estupas antiquíssimos. Nestes lugares, poderá ver como vivem as suas gentes de forma tradicional, trabalhando em campos de arroz. Estão na localidade de Indein, situado na margem ocidental do Lago Inle, nas ruínas de antigos templos e na localidade de Inpawkhon. Almoço num restaurante local. Regresso ao hotel e alojamento. Resto da tarde livre.

Dia 6: Lago Inle - Bagan

Durante o dia de hoje realizaremos uma visita à localidade de Minas Tauk para visitar o Mosteiro Taw Ya, uma autêntica jóia. Após a visita, almoço num restaurante local. Posteriormente, transfer para o aeroporto para o voo com destino a Bagan. Chegada e transfer para o hotel. Tempo para descansar e alojamento em Bagan.

Dia 7: Bagan

Pequeno-almoço no hotel. Hoje visitaremos o mercado local Shwezigon, o Pagode da glória de Bagan, que conta com 900 anos de antiguidade. É uma estupa cilíndrica localizada no alto de cinco esplanadas muito empinadas. Ao lado da estupa há um Buda inclinado de 20 metros. O mosteiro de teca Nathaukkyaung construído na margem do rio com as suas antigas escrituras e imagens de Buda. Depois continuaremos para visitar o Templo Ananda. Este templo é sem dúvida um dos mais impressionantes, data do século XI, e não lhe deixará indiferente. Seguiremos em direcção ao pagode Dhamayangyi Sulamani, um templo do século XII. Posteriormente, visita a uma oficina de laca, especialista da zona. Almoço num restaurante local. Terminaremos o dia com um belo pôr-do-sol desde um templo.

Dia 8: Bagan - Monywa

Partida por estrada em direcção a Monywa (duração aproximada 4 horas), onde visitaremos Powintaung, umas grutas escavadas pelo homem. Algumas datam do século XV e custodiam mais de 400.000 imagens de Buda. Almoço num restaurante local. Transfer para o hotel e alojamento.

Dia 9: Monywa - Mandalay

Pequeno-almoço no hotel. Visita ao templo de Thanbode, que conta com mais de 550.000 imagens de Buda, e do templo Boditahtaung que tem mais de 10.000 árvores e figuras religiosas. Almoço num restaurante local. Depois visitaremos o Mosteiro do Palácio de Ouro. Continuação por estrada para Mandalay (aproximadamente 3 horas). Chegada e alojamento.

Dia 10: Mandalay - Amarapura - Ava - Mandalay

Pequeno-almoço no hotel. Durante o dia de hoje visitaremos a imagem do Buda de Mahamuni. Trata-se de um dos budas mais venerados do país, uma figura única e muito especial. Está formado por mais de uma tonelada de ouro prateado e pedras preciosas como rubis, safiras, esmeraldas... Após esta visita, seguiremos em direcção a Amarapura, a antiga capital do reino de Birmânia. Ali teremos a oportunidade de ver como vivem e estudam mais de 1.000 monges. Depois visita a Ava, onde visitarão o Mosteiro Bargayar. Regresso a Mandalay e almoço num restaurante local. Depois visitaremos a visita ao Pagode Kuthodaw com as suas 729 placas de mármore que conta com inscrições dos ensinamentos de Buda. Finalizaremos o dia contemplando o pôr-do-sol na colina de Mandalay com o majestoso rio nos nossos pés. Alojamento. Resto da noite livre para desfrutar de Mandalay ao seu gosto.

Dia 11: Mandalay - Banguecoque

Pequeno-almoço no hotel. Tempo livre para fazer compras de última hora ou simplesmente passear pela cidade até à hora indicada do transfer para o aeroporto e voo para Banguecoque.

Dia 12: Banguecoque

Dia livre. Alojamento.

Dia 13: Banguecoque

Dia livre. Alojamento.

Dia 14: Banguecoque - Portugal

Transfer para o aeroporto e voo de regresso a Portugal.

Rangum

Rangum, nome em portugués para Yangon (nome oficial para as autoridades birmanas), foi capital de Myanmar até 2005. Com numerosos parque e lagos, pagodes e edifícios de arquitectura colonial, a cidade desfruta uma tranquilidade invejável. Se tranquilidade é o que procura, nada melhor que o Lago Real onde, uma vez por ano, têm lugar as regatas. Lugares muito mais concorridos são os mercados, autênticos montras dos produtos do país.

Inle Lake

No este da Birmânia encontraremos o lago Inle, o segundo mais importante do país. As suas imediações converteram-se num importante atractivo turístico já que os habitantes de Inle, os Intha, fizeram as suas casas flutuantes e jardins o principàl atractivo da zona. Também poderemos visitar o pagode de Daw U nas margens do Inle, uma das mais importantes da região de Myanmar.

Bagan

Nas margens do rio Ayeyarwady situamos a cidade birmana de Bagan, repleta de espectaculares construções antigas que narram a história do país. A cidade conta com diferentes templos birmanos como a Bupaya ou o Mingalazedi. Mas talvez o templo mais importante de Bagan seja o de Gawdawpalin, reconstruído após o terramoto de 1975 e que hoje é um importante santuário budista.

Monywa

Monywa é uma localidade da Birmânia localizada na margem este do rio Chindwin. Trata-se de um importnate centro comercial, especialmente para os produtos agrícolas. São famosas as mantas de algodão deivo à sua qualidade. Os lugares de interesse mais representativos são o pagode Thanboddhay, conjunto de templos budistas e as grutas de Hpo Win, um conjunto de grutas escavadas na pedra arenisca que contém numerosas imagens de buda.

Mandalay

Mandalay foi a capital da Birmânia e do budismo no século XIX e foi fundada pelo rei Mindon para cumprir uma profecia religiosa. Entre os lugares mais pitorescos destacamos o Palácio de Mandalay, o pagode de Maha Muni ou o Mosteiro de Atumashi, apesar de encontrar mais de 700 edifícios religiosos no caminho onde poder deleitar-se com a história que esconde Mandalay.

Nyaungshwe

Localizada no estado de Shan, no sul do país, a cidade de Nyaungshwe é a principal localidade nas margens do célebre lago Inle e dos seus embarcadouros parte a maioria das embarcações que realizam os itinerários panorâmicos para contemplar o estilo de vida único à volta do mesmo. Destaca entre os seus atractivos o Mosteiro de Shwe Yan Pyay, construído em Madeira, e o mercado que se celebra de cinco em cinco dias ma localidade, ao qual vêem os habitantes das minorias étnicas que vivem na zona.

Banguecoque

Banguecoque é a capital da Tailândia e uma das cidades mais turísticas do Sudeste Asiático. Aqui convivem tradição e controvérsia e é uma cidade muito ocidentalizada, com os templos budistas mais espectaculares. Banguecoque oferece aos visitantes muitas opções: diferentes mercados que permitem degustações mais que exóticas, movimentadas ruas e o charme do seu povo. Banguecoque é também conhecida como a Veneza do Oriente, porque está repleta de canais que dividem o rio Chao Phraya.

Precisa de ajuda?Clique aqui
Precisa de ajuda? Clique aqui